Textos Recentes »
Últimos Comentários »
Populares »

Concílio dos Mortos

Escrito por ideias em 4.Nov.09 – 23:11

CONCILIO DOS MORTOS foi financiado pela LINC - Lei de Incentivo à Cultura Municipal e é a terceira parte da trilogia sorocabana da Cia Clássica de Repertório, iniciada em 2006 com o espetáculo A FEBRE, que contava o episódio da febre amarela em Sorocaba e o final das feiras de muares. Em 2007 veio DO OUTRO LADO DO RIO, que mostrava a saga da imigração espanhola em nossa cidade e a sua fixação no Além Ponte.E agora em 2009 a Cia Clássica fechou esse ciclo com um trabalho que discute o binômio memória/preservação através da derrubada do prédio do Convento de Santa Clara ocorrida em 1963. O espetáculo foi elaborado com base em pesquisas, resgatando a história de Sorocaba até 1963, ano da derrubada do Convento de Santa Clara, localizado no centro da cidade e a transferência das freiras Concepcionistas para um bairro distante. O texto enfoca fatos históricos, usos, costumes e tradições religiosas e culturais que a cidade foi alterando no curso dos anos. Em sua primeira parte mostra o dia a dia do convento, até a noticia da desativação e derrubada do prédio é nesse momento que vários mortos ilustres do passado retornam sob o comando da Marquesa de Santos para organizar um concilio em favor da preservação. Interligado por vários tableaux vivants que recriam uma atmosfera religiosa o espetáculo é uma descrição da vida em clausura. Na segunda parte a encenação se permite uma licença poética e estética para mostrar um Concilio realizado por espectros. Assim a Cia Clássica que na Febre flertava com o circo e em Do outro lado do Rio com o clown agora parte de um realismo nada ortodoxo para encenar o Concílio dos Mortos e fechar a trilogia sorocabana trazendo uma discussão sempre oportuna sobre a memória. O espetáculo contou com 23 atores sob a direção de Mario Pérsico, além de outros profissionais que contribuíram para a realização da encenação como Tato Consorti na preparação de atores, Edmo Perandim na preparação vocal, Ingrid Koudela, suporte teórico, Cíntia Almeida, figurinos e Rodrigo Cintra, produção executiva.O espetáculo aconteceu nas dependências da Escola Técnica Fernando Prestes.


Publicado em Concílio dos Mortos |

2 Comentários em “Concílio dos Mortos”

  1. Carol Says:

    vai ter de novo essa peça?
    assisti, mais queria ver de novo, foi muito boa.

  2. Felipe Says:

    Essa peça foi Maravilhosa!

Deixe seu comentário